Manual de marca da empresa: entendendo suas características

Manual de marca da empresa: entendendo suas características

A identidade visual de uma empresa é essencial para o seu posicionamento dentro do mercado. E esse tema é muito importante desde os primórdios do marketing e da publicidade. Com o uso da internet e das redes sociais essa identidade ganhou ainda mais alcance e peso nas estratégias.

Desse modo, a comunicação visual deve ser composta por um conjunto de aspectos que permitem que a marca se estabeleça. E uma das ferramentas é a elaboração de um manual de marca.

O manual de marca é muito importante, pois agrega dentro dele uma série de padrões para que a marca possa ser veiculada de maneira correta.

Assim, existe nesse manual a indicação das:

  • Tipografias;
  • Cores;
  • Aplicação de logotipo;
  • Conceito da marca.

Neste artigo trataremos com mais detalhes sobre o que compõe o manual de identidade visual, sua importância e sua aplicação no mundo da comunicação visual.

O que é um manual de marca?

O manual de marca é um relatório, documento que traz informações sobre os elementos visuais relacionados a determinada empresa. Essas informações serão usadas para o branding, como para a elaboração de campanhas de marketing e publicidade.

O manual sempre precisa ser consultado quando ocorrer a produção de alguma peça publicitária, tanto por agências de publicidade quanto por gráficas online.

Também precisam ser consultados para produção de vídeos. O documento indicará como usar as cores, o logotipo e a tipografia usar, e outros detalhes.

O ponto de partida desse documento é a criação da chamada identidade da marca, que consiste na apresentação dos detalhes, segmentos da empresa, público, e o que pretende vender.

O que garante que a identidade visual da marca seja aplicada e respeitada, é o manual da marca, que então é um documento técnico que indica como usar os logotipos, elementos visuais para produção de etiquetas auto adesivas personalizadas, vídeos, propagandas e outras peças publicitárias.

A importância do manual de marca

O manual de marca se põe como um conjunto de elementos visuais que permitem que a empresa consiga construir sua marca, sua identificação, por meio da construção da imagem, das cores, das formas e das tipografias, criando um padrão único.

Esse documento permite que o desenvolvimento de peças publicitárias sejam feitas de acordo com a identidade da marca. E isso é muito importante, porque uma empresa nem sempre utiliza os serviços de publicidade de uma mesma agência ou os mesmos profissionais.

Assim, o manual garante que nessas transições o padrão da marca, o conceito, se mantenha no resto das peças publicitárias.

Assim, esse manual da marca atua de forma direta na impressão digital cartão de visita, construção de banners, e muitos outros componentes.

O que compõe um manual de marca?

A construção de um manual de marca tem que possuir informações relevantes e de fácil leitura, para que a consulta seja dinâmica e eficiente. O manual não é uma apresentação, mas um guia que será usado por diversos profissionais.

Alguns manuais possuem capa e sumário, pois assim as informações são encontradas de forma mais rápida pelo sumário, e tenha uma boa apresentação na capa.

Tirando esses dois pontos os componentes que estão presentes no manual são:

1. Apresentação da empresa

Antes de ser um guia prático, o manual da marca coloca quais são as visões, missões e valores que a empresa segue, bem como informações de contato sobre alguns responsáveis pela marca e pela empresa.

Isso garante que o conceito da marca já comece a ser construído.

2. Conceito da marca

Nessa etapa será falado sobre a concepção da marca e os elementos que compõe e detalha o processo criativo.

Nesse ponto também coloca-se, se existente, as possível assinaturas da marca (posição que será usada) tanto vertical ou horizontal, que pode ser usados em blocos numerados e outros documentos.

3. Cores institucionais

É o momento de falar das cores que compõe a empresa e que podem ser usados nos impressos e outras peças. É importante que haja especificações técnicas como os códigos de cores dos bancos de cores existentes, para que então as cores corretas sejam feitas.

Além desses tópicos existem alguns outros elementos como:

  • Família tipográfica;
  • Versões monocromáticas;
  • Aplicações;
  • Área de proteção.

Desse modo, vimos que o manual de marca é essencial para que a comunicação visual seja construída de forma adequada dentro dos padrões das empresas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *